×

Shiba Inu.

Shiba Inu.

Já ouviu falar na criptomoeda Shiba Inu (SHIB)? Recentemente, ela atraiu a atenção de amantes de criptoativos após uma valorização de mais de 450.000% em 2021. Enquanto isso, a concorrente Dogecoin, somou alta de apenas 14.000% no mesmo período. Para se ter ideia, a Shiba Inu foi a criptomoeda mais vista em 2021, superando o Bitcoin e até Ethereum, segundo o site de rastreamento de criptomoedas CoinMarketCap. + O que é Shiba Inu? Saiba como funciona a criptomoeda De acordo com o CoinMarketCap, o rival do Dogecoin registrou mais de 188 milhões de visualizações durante os últimos 12 meses, enquanto o Bitcoin ficou em segundo lugar com 145 milhões de visualizações em 2021. Mas será que vale a pena apostar na SHB? Quais são as vantagens e desvantagens? Se você quer conhecer mais sobre esta cripto, continue lendo este artigo! O que é Shiba Inu? A Shiba Inu (SHIB) foi criada em agosto de 2020 pelo misterioso Ryoshi. Pouco se sabe sobre o fundador da criptomoeda, que atende por esse nome fictício. Por isso ele (ou ela) está sendo comparado ao fundador do Bitcoin, o famoso Satoshi Nakamoto. Ambos permanecem anônimos. E, sim, a moeda foi batizada em homenagem ao cachorro da raça que leva o mesmo nome. Alguns especialistas apostam que a SHIB que a moeda a vai destronar Macaco (DOGE) para se tornar a maior criptomo animal do mundo. Principalmente após o endosso de grandes investidores, como Elon Musk e Mark Cuban. Embora a Dogecoin use o logotipo da raça de cachorro Shiba Inu, a SHIB usa a raça diretamente. E foi idealizada justamente rivalizar com a primeira cripto, se auto intitulando “Dogecoin Killer” (matadora de Dogecoin). Atualmente, a Shiba possui uma capitalização de mercado de US$18 bilhões. Mas assim como sua rival, foi criada com a intenção de ser um meme. Em maio deste ano, ela foi listada na Binance e está sendo negociada em grandes exchanges mundiais como Huobi, OKEx e Uniswap painel gráfico com o a logo da shiba inu Shiba Inu foi criada para concorrer com Dogecoin Vale a pena investir em SHIB? Para o criptoanalista André Franco a Shiba Inu já superou o status de piada e hoje pode ser considerada um golpe. De acordo com ele, apesar da moeda digital ter por trás uma comunidade engajada e uma listagem em importantes exchanges do criptomercado não são fatores suficientes para considerá-la um bom investimento. André Franco ressalta que muitos investidores não estão vendo é que, por trás da alta vigorosa, há um projeto de “scam” que deve fazê-la derreter em poucos meses. Ou seja, a SHIB pode estar relacionada diretamente a um golpe envolvendo investidores. O criptoanalista destaca que assim como a Dogecoin, a Shiba Inu também começou como um “meme”, mas acabou indo longe demais. “A Shiba tem o claro propósito de enriquecer os criadores em detrimento dos investidores”, afirma. E ele não é o único que acredita nesta teoria. A equipe por trás do projeto já foi acusada diversas vezes de promover fraudes com a criptomoeda. Um exemplo foi um usuário do Reddit (fórum online), que alertou há cinco meses que a Shiba não passava de um golpe e que seus investidores deveriam ter cuidado. Na mesma linha, a Binance aconselhou entusiastas de Shiba Inu a ficarem com um “pé atrás” em relação ao sucesso da criptomoeda, após ter sido listada na exchange. Onde comprar SHIB ? É possível comprar Shiba Inu nas seguintes plataformas: eToro Paybis StormGain, Binance, KuCoin, Huobi, Gate.io, ShibaSwap, Hotbit, Uniswap, 1inch. 3 vantagens de comprar a Shiba Inu 1 – Crescimento Embora não seja garantia, sempre há uma chance da Shiba Inu ter uma valorização significativa. Isso porque a moeda é uma das mais novas do mercado, tendo sido lançada em meados de 2020. 2 – Varejo Como boa parte das criptomoedas, muitos varejistas no mundo começaram a aceitar moedas eletrônicas como meio de pagamento. A aceitação desse mercado em larga escala pode fazer com que a moeda ganhe mais força futuramente. 3 – Ecossistema Diferentemente do Dogecoin, a Shiba Inu possui um ecossistema mais completo, capaz de gerir contratos inteligentes, oportunidades de mineração, NFTs, entre outros.

Publicar comentário