×

LTN Investir.

LTN Investir.

Se você tem algum conhecimento sobre finanças e renda fixa, provavelmente já sabe o que é uma LTN, sigla para Letras do Tesouro Nacional. Mas isso pode estar passando batido, porque esse tipo de aplicação foi rebatizada em 2015. LTN nada mais é que Tesouro Prefixado. Conhecido por ser um ótimo investimento de médio prazo para perfis conservadores, porém mais vantajoso em momentos de maior estabilidade econômica. As Letras do Tesouro Nacional foram rebatizadas para facilitar o reconhecimento e a compreensão sobre a rentabilidade e o prazo de vencimento desses títulos do Tesouro Direto. Porém, a antiga nomenclatura continua vinculada ao novo nome para não confundir o investidor. E também continua sendo amplamente utilizada, como sinônimo de Tesouro Prefixado, por isso tantos ficam com dúvida. Agora, se você também não sabe o que é um Tesouro Prefixado (LTN) e como esse tipo de aplicação funciona, explicamos a seguir! Como funciona um investimento em LTN? A LTN é o único papel do Tesouro Direto que é prefixado – daí o novo nome Tesouro Prefixado. Isso significa que ele possui sua rentabilidade 100% fixada, não dependente de nenhum outro índice do mercado. Em outras modalidades do Tesouro Direto a rentabilidade da aplicação é atrelada a algum indicador que determina qual será a remuneração. Um exemplo é a NTN-B, que é indexada à inflação (IPCA) e rende conforme a variação desse indicador. No caso do Tesouro Prefixado isso não acontece. Então, se um investidor compra um título LTN que rende 10% ao ano no momento da compra, ele vai render isso até a data estabelecida para o resgate (validade). Por isso, essas Letras são indicadas para momentos em que a taxa de juros prefixada do título é maior que as projeções de outros indicadores, como a inflação (IPCA) ou a taxa Selic. Não é o caso do momento atual, por exemplo, em que temos uma inflação disparada e a taxa Selic já no oitavo aumento consecutivo. Neste contexto, os investimentos cuja rentabilidade está atrelada a esses indicadores podem ser mais vantajosos. As LTN são mais indicadas quando a economia está sob controle. Além disso, são mais vantajosas se forem resgatadas somente na data de vencimento, para garantir 100% da rentabilidade (por isso não é indicada para reserva de emergência, por exemplo). Aplicativo do Tesouro Direto na tela de um celular LTNs podem ser comprados no site do Tesouro Direto Tesouro Prefixado é o único de renda fixa? Não. É fundamental não confundir os dois conceitos. Prefixado refere-se à forma a rentabilidade é estabelecida, já renda fixa diz respeito ao quão previsível o investimento é, basicamente. LTN, LFT, NTNB e NTNB Princ, todos esses ativos do Tesouro Direto e todos são investimentos de renda fixa – o prefixado e os pós-fixados. O que se assemelha entre eles é que todos possuem certo nível de previsibilidade. Mesmo aqueles que estão atrelados a algum índice possuem o rendimento previsível. É muito diferente dos investimentos de renda variável, como as Ações da Bolsa de Valores, por exemplo, que são muito mais voláteis e cuja rentabilidade depende de mais fatores. Qual a diferença entre LFT e LTN? A principal diferença é que LFT é um título pós-fixado (indexado à taxa Selic) e a LTN é um título prefixado. LFT é a sigla para Letra Financeira do Tesouro e assim como a LTN foi rebatizado. É o que hoje conhecemos como Tesouro Selic. Esse sim é mais recomendado para construir uma reserva de emergência, por exemplo. Isso porque ele tem liquidez diária e você não perde se precisar resgatar um valor a qualquer momento. Além disso, assim como os CDBs, por exemplo, o Tesouro Selic é um bom substituto para a tradicional poupança – tão seguro quanto e rende mais que ela, mesmo quando a Selic está baixa (que nem é o caso do momento atual). Como investir em LTN ou Tesouro Prefixado? Títulos de Tesouro Prefixado podem ser comprados em três canais, basicamente: no site do Tesouro Direto (e lá você encontra várias outras aplicações de renda fixa) por meio de um banco digital ou corretora ou até mesmo por meio de um banco tradicional, permitindo que ele aplique seu dinheiro na LTN O valor mínimo para investir no Tesouro Prefixado (LTN) e qualquer outro papel do Tesouro Direto é R$30. O máximo para aplicação é de R$1 milhão por mês. É possível investir em mais de um título. Quais impostos são cobrados? Ao investir em um Tesouro Prefixado (LTN) ou em qualquer outro título do Tesouro Direto ou de renda fixa, são cobrados os seguintes impostos: IOF – Imposto sobre Operações Financeiras (quando há resgate da aplicação em menos de 30 dia) Imposto de Renda com alíquota regressiva, dependendo do prazo do investimento. As faixas de alíquota são: 20%, em aplicações com prazo de 181 dias até 360 dias; 17,5%, em aplicações com prazo de 361 dias até 720 dias; 15%, em aplicações com prazo acima de 720 dias. O prazo começa a ser contado no dia em que o título é comprado.

Publicar comentário