×

PIX Troco.

PIX Troco.

Já usou o Pix Troco? Ainda não? A funcionalidade, disponível desde novembro de 2021, permite que você receba dinheiro em espécie como troco de um pagamento digital. A ação também é feita em um comércio e você utiliza o Pix para fazer o pagamento. Atualmente, a ferramenta permite apenas pagamentos e transferências instantâneas. Ou seja, as pessoas podem fazer transações de dinheiro a qualquer momento, com o valor caindo na conta destino na mesma hora. Mas com a nova funcionalidade do PIX, será possível realizar também o saque de dinheiro associado a uma compra ou à prestação de um serviço. A novidade foi anunciada em setembro, junto com o Pix Saque. A seguir, você verá mais detalhes sobre como funciona e as limitações do Pix Troco. Como funciona o PIX Troco? O PIX Troco vai funcionar assim: o consumidor vai até um estabelecimento que ofereça o serviço (falamos mais sobre quais serão eles abaixo); ao realizar uma compra no estabelecimento, ele pode realizar o pagamento via PIX, mas transferindo um valor a mais; esse valor excedente será devolvido para o cliente em espécie. Esse tipo de serviço poderá ser muito útil quando você quiser sacar dinheiro, mas não tiver bancos ou caixas 24 horas por perto, por exemplo. Na prática, vai funcionar assim: imagine que você vai à farmácia comprar um remédio que custa R$100. Mas precisa sacar R$10 em dinheiro para pagar a passagem de volta para casa. Você poderá pagar o remédio fazendo uma transferência via PIX de R$110 para o estabelecimento. E o troco de R$10 lhe será pago em dinheiro vivo. Nessa modalidade, o saque de recursos em espécie só poderá ser realizado junto da compra de algum item ou serviço. No extrato, aparecerá o valor do saque e o valor da compra. Pessoa recebe dinheiro em espécie do PIX Troco na mão PIX Troco é mais uma forma de obter dinheiro em espécie Quais as limitações da nova funcionalidade? O PIX Troco poderá ser realizado gratuitamente até oito vezes por mês. Ou seja, não será cobrada nenhuma taxa de transferência, assim como acontece no PIX normal. Mas isso é válido para as pessoas físicas. Além disso, o limite das transações em montante de dinheiro deverá ser de: R$500 durante o dia R$100 no período noturno (das 20h às 6h) Essas são as regras gerais estabelecidas pelo Banco Central. No entanto, os estabelecimentos que oferecerem o serviço terão liberdade para trabalhar com limites inferiores a esses valores. Quem pode ofertar a modalidade? Estabelecimentos comerciais; Instituições financeiras com rede própria de caixas eletrônicos; Terminais de auto atendimento, como caixas 24 horas; Entidades que ofertam rede independente (compartilhada) de caixas eletrônicos. Os estabelecimentos comerciais e demais agentes têm autonomia para definir os dias e os períodos que desejam disponibilizar o serviço, além de informações sobre os valores (por exemplo, apenas múltiplos de R$10). + 5 vantagens do Pix para o comércio e serviços Qual a diferença entre PIX Troco e PIX Saque? Mesmo que, a princípio, pareçam se tratar de uma mesma transação, existem algumas diferenças sutis entre o PIX Troco e o PIX Saque. Enquanto no primeiro, como dito anteriormente, o saque do valor em espécie só pode ser feito se vinculado à compra de um produto ou serviço, no segundo caso, essa exigência não é feita. O consumidor pode usar o QR Code para realizar um simples saque, como seria feito em um caixa eletrônico. Contudo, é importante pontuar que ambas as modalidades são opcionais. É possível habilitar as duas ou somente uma delas. Entretanto, os estabelecimentos que adotarem esses serviços deverão oferecê-los a todos os clientes que têm conta em uma instituição participante.

Publicar comentário