×

Caixa Transportes.

Caixa Transportes.

Na última sexta-feira, 4 de janeiro, o Governo Federal lançou uma nova linha de crédito para caminhoneiros autônomos. Será a Giro Caixa Transportes. Com essa linha, os caminhoneiros poderão antecipar o recebimento dos fretes por meio de empréstimo com juros mais baixos. A operação será realizada pela Caixa Econômica Federal. O presidente do banco, Pedro Guimarães, destacou que outros créditos do tipo eram pagos a taxas entre 10% e 20% ao mês. Com a nova linha, os juros são mais baixos. “Antes, os caminhoneiros, quando não tinham os recebíveis, tomavam crédito a 10%, 15% ou 20% [de juros] ao mês. Quando eles começam a tomar a partir de 1,99% [ao mês], isso é o que a gente chama na economia de efeito-renda. Quando tem essa redução, há um valor muito grande que pode ser usado para pagamento de diesel ou de reformas do caminhão.” Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal A estimativa, segundo ele, é que 1,5 milhão de pessoas sejam beneficiadas pela nova linha de crédito. + MEI Caminhoneiro é aprovado na Câmara. Conheça o PL para motoristas autônomos Como funciona a linha de crédito para caminhoneiros? Ao contratar a linha de crédito para caminhoneiros – Giro Caixa Transportes –, o motorista autônomo receberá a antecipação do frete, depositado diretamente na sua conta com até 120 dias de antecedência. Ou seja, ao contratar esse crédito, o caminhoneiro recebe o pagamento pelo transporte de uma carga que realizou da Caixa Econômica e não da transportadora que o contratou. Depois a transportadora paga o valor diretamente à Caixa. Assim, o pagamento ocorre mais rápido para o autônomo. Porém, o valor do frete sofrerá um desconto para cobrir os juros cobrados pelo banco. “O caminhoneiro tinha o frete, mas ele não tinha necessariamente o dinheiro antes de entregar a carga, então, ele precisava pegar emprestado. Com uma central de registro, a Caixa antecipa esse recurso, com uma inadimplência próxima a zero, e com uma taxa 90% menor”, explicou Guimarães. Os caminhoneiros poderão antecipar somente os fretes registrados nos sistemas das Secretarias Estaduais de Fazenda com base na emissão do Manifesto Eletrônico Fiscal (MDF- e), documento que armazena informações sobre a carga e os responsáveis pelo transporte. + Bolsonaro anuncia auxílio diesel para caminhoneiros. Veja o que já se sabe! Quais serão os juros e forma de pagamento? A taxa efetiva da linha de crédito para caminhoneiros varia de acordo com o histórico de crédito do tomador. Mas os juros podem custar a partir de 1,99% ao mês. A amortização será paga em parcela única, com vencimento na mesma data estipulada pelo transportador, no MDF-e. Presidente Bolsonaro posa ao lado de outras figuras políticas no lançamento da linha de crédito para caminhoneiros Nova linha de crédito para caminhoneiros tem juros a partir de 1,99% ao mês Como contratar a linha de crédito para caminhoneiros? De acordo com o Governo Federal, as empresas de transporte de cargas que contratam serviço de frete a prazo podem solicitar à Caixa que antecipe seu pagamento diretamente ao caminhoneiro. O autônomo recebe o valor da linha de crédito para caminhoneiros à vista por meio de depósito em uma conta que possua na Caixa, inclusive a Poupança Social Digital, no Caixa Tem. As empresas interessadas podem pedir a habilitação do limite em qualquer agência da Caixa. O banco realizará a avaliação de crédito. Se o limite for aprovado, o empréstimo pode ser contratado, digitalmente, pelo Gerenciador Financeiro da Caixa.

Publicar comentário