×

Minimo Cartão.

Minimo Cartão.

Você pagou o valor mínimo do cartão de crédito porque não tinha como pagar o valor integral. Mas o que acontece depois disso, você sabe? A primeira coisa é que a próxima fatura vai vir com juros a serem pagos. Sim, e mesmo que você pague em dia, mas não seja o valor total e sim o valor mínimo do cartão de crédito, a financeira vai te cobrar juros por essa decisão. Para piorar a situação, caso você não saiba, os juros cobrados pelas instituições financeiras são os mais caros do mercado. Para se ter uma ideia, eles podem chegar em média a 343,6% ao ano. + Veja como funciona o C6 Acqua, o cartão de crédito biodegradável É muito dinheiro pago a mais por não arcar com o valor integral da fatura ou por não optar por parcelar o cartão em um determinado mês. Sim, ao parcelar o cartão você ainda consegue pagar menos juros do que pagar o valor mínimo. O que acontece ao pagar somente o valor mínimo do cartão de crédito? Para saber o que acontece quando você decide pagar só o valor mínimo do cartão de crédito é preciso levar em consideração algumas situações. E as duas principais são: pagar na data ou após o vencimento. Vamos a explicação de cada uma delas abaixo! Em caso da fatura já estar vencida Se a fatura do seu cartão de crédito já estiver vencida e você pagar o valor mínimo ou metade do que deveria, não será possível fugir dos juros e do IOF. Isso acontece porque você deixou a fatura vencer para pagar depois. Com isso a operadora do cartão já começa a cobrar em cima do valor restante os juros rotativos. Por isso, quando a fatura vem mais alta do que se imaginava o cartão sempre dá a opção do valor mínimo ou do parcelamento da fatura. Vale ressaltar que você vai entrar no juros rotativo e, de acordo com o Banco Central, o cliente só pode ficar por 30 dias usando esse tipo de crédito. Em caso da fatura ainda não ter vencido Bom, nesse caso você pode antecipar uma parte do valor a ser pago e no dia do vencimento pagar o restante da fatura. Essa é uma forma de você não entrar no juros rotativos, que como já foi dito acima, é alto. + Governo anuncia fim do IOF no cartão: saiba como vai funcionar Essa é a melhor forma de evitar os juros e ainda liberar uma parte do seu limite do cartão de crédito para que você possa voltar a usar. Pagar o mínimo do cartão de crédito é o mesmo que parcelar a fatura? Na teoria parece que não, mas na prática sim. Afinal, em ambos casos você pagará apenas uma parte do valor e o demais ficará em aberto, resultando em juros. A única diferença é que o valor mínimo da fatura geralmente já é indicado pelo banco e corresponde a 15% do valor. Já o parcelamento você escolhe qual valor vai pagar naquele mês e parcela o restante, mas também com juros. Homem segura um cartão de crédito para empresa É importante pagar o valor da fatura do cartão de crédito em dia Em alguns bancos, há a possibilidade de pagar um valor maior que o mínimo e o restante ir exatamente para a fatura seguinte, sem a necessidade de parcelamento. Mas saiba que não há como fugir dos juros. Juros dos bancos o mínimo do cartão de crédito Inter – 4,10% BMG – 18,80% Caixa – 6,40% Banco do Brasil – 7,41% Banco Original – 7,41% Nubank – 9,01% Banco Bradesco – 7,54% BTG Pactual – 6,26% C6 Bank – 8,45% Santander – 8,50% Itaú – 8,29% Banco PAN – 12,24% Pagar o mínimo do cartão de crédito libera limite? A resposta é sim. Inclusive essa é uma forma que muitas pessoas encontram de conseguir espaço no cartão para usá-lo em determinadas situações. + O que significa número BIN no cartão de crédito? Confira! Entretanto, cuidado! Não faça disso uma rotina, ou seja, pagar sempre o mínimo ou fatura parcelada para ter o limite liberado. Essa situação pode virar uma bola de neve e comprometer todo o seu planejamento financeiro. Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos que têm dúvidas sobre pagar o mínimo do cartão de crédito.

Publicar comentário